A administradora de fundos BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM e a gestora VBI Real Estate Gestão de Carteiras Ltda., do fundo imobiliário VBI Prime Properties (PVBI11) comunicou ao mercado nesta terça-feira (1), através de fato relevante, o pagamento da primeira parcela referente à aquisição do ativo Union Faria Lima.

O pagamento da primeira parcela da compra do ativo Union Faria Lima vem em complemento ao fato relevante publicado no dia 20 de abril de 2021 pelo PVBI11, em que se anunciou a aquisição.

Importante lembrar que esse pagamento do VBI Prime Properties (PVBI11) estava sujeito, segundo o fundo, à “superação pelo vendedor de certas condições suspensivas do instrumento particular de promessa de venda e compra de imóvel, que foram devidamente cumpridas”.

O valor que o PVBI11 atingiu quase R$ 72,85 milhões e equivale a 40% do valor total da transação. O valor da compra é de cerca de R$ 176,46 milhões. Além disso, o saldo remanescente vai ser pago pelo fundo em duas parcelas. Uma delas representa 20% do valor total da transação e será feito em janeiro de 2022.

Já o pagamento da outra parcela remanescente, que seria a terceira parcela no geral,  deve ocorrer após a emissão do Habite-se. Essa emissão está prevista para outubro de 2023 e o valor da parcela seria 40% do valor da transação total.

Com o pagamento da primeira parcela anunciada neste fato relevante, a parcela remanescente em 2022 e a final estimada para 2023, o PVBI11 conclui o pagamento da aquisição do Union Faria Lima.

Saiba mais sobre o PVBI11

O FII VBI Prime Properties é um fundo imobiliário do tipo tijolo. Ele tem por objetivo rentabilizar no mínimo dois terços do seu patrimônio líquido de forma direta em imóveis do segmento corporativo ou comercial, cotas de FIIs e cotas de Fundos de Investimento em Participações.

Segundo seu último relatório gerencial publicado, o PVBI11 possui patrimônio líquido de R$ 937,4 milhões e tem cerca de 30.253 cotistas.  O valor patrimonial de sua cota terminou o mês de abril em R$ 96,44. Além disso, o valor de mercado do fundo acabou o mês em R$ 939,4 milhões.

O valor de mercado da cota alcançou os R$ 96,65, enquanto o volume médio diário negociado no mês atingiu os R$ 2,1 milhões. O último dividendo por cota do fundo foi de R$ 0,50, e o dividend yield anualizado foi de 6,2%. A performance da cota na B3 nos últimos períodos pode ser vista através do gráfico:

PVBI11 anuncia pagamento da primeira parcela do Union Faria Lima

Em suma, o portfólio do PVBI11 terminou o mês de abril com 82% com alocação em imóveis. Enquanto isso, 3,1% do patrimônio líquido do fundo ocorreu em FIIs. Esse mesmo percentual alocado em caixa é de 14,9% e o montante em caixa é de R$ 136,2 milhões.