O IFIX, principal índice de fundos imobiliários da bolsa de valores brasileira (B3), fechou em leve baixa de 0,07% nesta sexta-feira (17), aos 2.802 pontos. O índice teve uma queda acumulada de 0,41% na semana, segundo recuo semanal consecutivo.

Um dos FIIs do IFIX que se destacaram na semana foi o Banestes Recebíveis Imobiliários (BCRI11), que encerrou a sessão com uma variação positiva de 0,47%, aos R$ 108,70. Assim, o fundo encerrou a semana com ganhos de 0,96%.

A alta do fundo imobiliário BCRI11 e o otimismo dos investidores com esse FII ocorre em meio à possibilidade de troca da gestão. Caso os cotistas aprovem a proposta, a Suno Asset passará a ser a gestora do FII, em substituição da Banestes DTVM. A votação dos cotistas deve ter duração de 15 dias, contados a partir da data de início.

Segundo a head de produtos estruturados da Suno Asset, Amanda Coura, a Suno foi convidada pelos cotistas do BCRI11 para assumir a gestão do fundo. Isso traria, segundo ela, uma vantagem de custo aos seus investidores, uma vez que a Suno Asset, no papel de gestora, conseguiria gerar mais operações e eliminaria intermediários, melhorando a relação do risco-retorno nos investimentos.

A Suno Asset tem a possibilidade de comprar ativos com menores taxas, trazendo maior potencial de retorno ao fundo no longo prazo. O BCRI11 tem uma participação de 0,63% na carteira teórica do IFIX. Seu objetivo é comprar ativos do segmento imobiliário como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH), cotas de outros FIIs, obtendo mais rendimento.

Outra possível vantagem da mudança de gestão do fundo imobiliário BCRI11 é que a Suno Asset tem uma comunicação com seus cotistas superior à média do mercado de FIIs. Tem-se dessa forma um aumento de liquidez, além de maior estabilidade do preço das cotas a mercado. Além disso, o investidor pode ter mais previsibilidade dos custos e do retorno que ele pode esperar do fundo.

A taxa de gestão do BCRI11 poderia ser mudada pela Suno Asset, passando de 0,8% praticada atualmente, para 0,7%. Essa diferença poderia vir para o bolso do investidor, na forma de mais dividendos.

Na ponta positiva do IFIX hoje, também está o fundo imobiliário Kinea FII (KFOF11), que fechou o dia em alta de 3,19%. Em seguida, veio o FII BTG Pactual Corporate Office (BRCR11), com valorização de 2,32%. Outros fundos que impulsionaram o índice para cima foram Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), com avanço de 1,76%, e XP Log (XPLG11), que subiu 1,53%.

Na ponta negativa, impactou o desempenho do IFIX o fundo imobiliário CSHG Logística (HGLG11), com queda de 3,96%. Em seguida, vem o FII RBR Properties (RBRP11), com uma desvalorização de 2,65%.

Veja quais foram os fundos imobiliários que tiveram as maiores altas e baixas no pregão de hoje (17):

Maiores altas do IFIX

  • KFOF11: +3,19%
  • BRCR11: +2,32%
  • IRDM11: +1,76%
  • XPLG11: +1,53%
  • HGRE11: +1,18%

Maiores baixas do IFIX

  • HGLG11: -3,96%
  • RBRP11: -2,65%
  • CARE11: -2,61%
  • MORE11: -1,66%
  • BLMR11: -1,51%

A cotação do IFIX serve para medir o desempenho médio dos principais fundos imobiliários que estão listados na Bolsa de Valores Brasileira (B3).

SNFF11 e BCRI11 ficam entre as 10 maiores altas da semana

O valor IFIX encerrou a semana com baixa de 0,41%. Mas alguns fundos imobiliários seguiram tendência oposta ao índice, como os FIIs SNFF11 e BCRI11, que ficaram entre as 10 maiores altas do período.

O Suno Fundo de Fundos (SNFF11) liderou as maiores altas da semana, com uma variação de +2,12%. O FII Banestes Recebíveis Imobiliários (BCRI11) ficou na sétima colocação da lista de destaques positivos do período, com a proposta de mudança de gestão para a Suno Asset.

Maiores altas da semana

Além da SNFF11 e BCRI11, outros fundos do IFIX tiveram altas expressivas. Os 5 FIIs com melhor desempenho foram:

  • SNFF11: +2,12%
  • PORD11: +1,99%
  • KFOF11: +1,83%
  • URPR11: +1,18%
  • IRDM11: +1,15%

Maiores baixas da semana

Do mesmo modo, os fundos imobiliários do IFIX que tiveram piores desempenhos nesta semana foram:

  • RBRP11: -3,76%
  • HGLG11: -3,74%
  • BLMG1: -3,56%
  • XPPR11: -3,35%
  • VINO11: -2,72%

A performance do IFIX no mês de junho ainda é negativa, em 0,65%, após ter se valorizado nos três últimos meses. O SNFF11, que liderou os ganhos da semana, tem uma participação de 0,198% na carteira teórica do índice.