ALZR11 anuncia menor dividendo em 1 ano, com lucro de R$ 6,975 milhões em dezembro

O fundo imobiliário ALZR11 divulgou seu menor dividendo em 1 ano e teve um resultado de R$ 6,975 milhões em dezembro. Confira os valores.

ALZR11 anuncia menor dividendo em 1 ano, com lucro de R$ 6,975 milhões em dezembro
ALZR11 anuncia menor dividendo em 1 ano e lucra R$ 6,975 milhões em dezembro. Foto: Pixabay

O fundo imobiliário ALZR11 anunciou seus novos dividendos para o mês de janeiro, no valor de R$ 0,797555 por cota, conforme comunicado pelo FII nesta sexta-feira (19).

Os dividendos do ALZR11 serão pagos em 25 de janeiro de 2024. O valor só será destinado para aqueles que terminaram a sessão de ontem (18) com posição comprada no fundo imobiliário.

Os rendimentos chegaram ao menor valor desde janeiro de 2023, quando o valor distribuído foi de R$ 0,78368174 por cota.

Em relação ao pagamento anterior, que foi de R$ 0,825 por cota – mantido por 6 meses consecutivos – o novo valor registra uma baixa de 3,3%.

Nos últimos 12 meses, os rendimentos do ALZR11 totalizam R$ 9,8161 por cota, o que representa um dividend yield de 8,35% sobre a cotação atual de R$ 117,70. Sobre a cotação base de R$ 118,50, o retorno mensal é de 0,673%.

Os novos proventos são isentos de Imposto de Renda e têm como base os resultados de dezembro.

Resultados do ALZR11 em dezembro de 2023

O resultado do fundo imobiliário ALZR11 foi de R$ 6,975 milhões em dezembro de 2023, obtido a partir de receitas que somaram R$ 8,065 milhões, e despesas que totalizaram R$ 1,09 milhão.

Referente a esse resultado mensal, os dividendos foram de R$ 7,864 milhões. O faturamento apurado no mês foi ligeiramente superior às receitas geradas em novembro, sobretudo em razão do reajuste anual pelo IPCA dos aluguéis dos imóveis DASA e Santillana.

Depois da contabilização das despesas, o resultado de caixa auferido pelo FII ALZR11 ficou um pouco acima do mês anterior. Porém, a venda do imóvel IPG ainda não teve conclusão e, por isso, a gestão destaca que o fundo continua sem a receita desse ativo, mas com custos extraordinários relacionados.

Ao fim de dezembro, a posição de caixa e valores mobiliários quase não teve alterações, registrando um saldo de R$ 299 milhões. Isso corresponde a 29% do patrimônio líquido do FII.

O valor em questão também leva em conta os caixas dos fundos imobiliários Alianza Digital Realty e TSER11, que detém o imóvel DuPont, e sobre o qual o fundo ALZR11 possui 99,85% das cotas.

“Seguimos no período de prazo estendido junto ao vendedor para conclusão da aquisição dos imóveis Decathlon-Cobasi Raposo Tavares e Decathlon Joinville, devido a certos desafios usuais encontrados no processo de diligência detalhada destas aquisições. Com relação ao imóvel antes locado para o grupo IPG, seguimos trabalhando ativamente na comercialização para potencial alienação do edifício e havendo quaisquer novidades relevantes sobre estes temas, informaremos imediatamente a todo o mercado”, completa a gestão do ALZR11.

foto: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias