MALL11 pode pagar maior dividendo de sua história em 2024; veja por quê

O fundo imobiliário MALL11 tem possibilidade de aumentar seus dividendos para o maior valor de sua história em 2024. Confira quanto.

MALL11 pode pagar maior dividendo de sua história em 2024; veja por quê
BTCI11 anuncia novos dividendos para fevereiro. Foto: Pixabay

O fundo imobiliário MALL11 anunciou a realização de novas aquisições ao longo do mês de janeiro, assim como a conclusão de outras operações em dezembro de 2023. O valor total das aquisições é de R$ 355,1 milhões.

Com o ganho de capital obtido na operação de venda do Madureira Shopping e com o NOI dos novos ativos do FII, a estimativa é de que o pagamento mensal de dividendos do MALL11 no primeiro semestre de 2024 fique entre R$ 0,90 e R$ 0,95 por cota.

Caso essa projeção se concretize, os rendimentos do MALL11 chegariam a um novo patamar recorde, já que o maior valor distribuído pelo fundo até agora foi de R$ 0,85 por cota.

A gestora do fundo ressalta que esse valor é apenas uma estimativa, que considera os orçamentos feitos pelas administradoras, se baseando também na performance projetada dos ativos de acordo com a composição atual da carteira, mas não representa uma garantia de rentabilidade.

Conforme comunicado nesta segunda-feira (29), esses investimentos do FII MALL11 correspondem a um cap rate médio de 9,2%, levando em conta os orçamentos de 2024, estimados pelas administradoras.

Aquisições do MALL11

Em janeiro, o fundo realizou a compra indireta de 20% do Shopping Metropolitano Barra e de todas as das cotas do fundo imobiliário Barra Malls que, por sua vez, é proprietário de 100% do Península Open Mall e de 100% do Rio Shopping.

Nesse mesmo período, o fundo imobiliário MALL11 celebrou um instrumento vinculante para a compra direta de 17,5% do Caxias Shopping, embora a conclusão dessa transação ainda dependa da superação de algumas condições precedentes.

Em dezembro, o FII concluiu algumas operações importantes, como a compra de 35,0% do Boulevard Shopping Bauru, a venda de 20,0% do Madureira Shopping e o pré-pagamento parcial do CRI das séries 468 e 470, no montante de R$ 88,1 milhões. Esses pagamentos foram feitos em 26 de dezembro de 2023 e em 3 de janeiro de 2024.

As transações anunciadas representam um adicional de R$ 31,4 milhões no NOI do fundo MALL11 para 2024, ou seja, R$ 997 por m². Além disso, as operações trazem um acréscimo de 31.480 m² na ABL própria do FII ou um adicional de 23,3%.

Em resumo, a ABL própria do MALL11 antes da oferta era de 103.497 m². Após as movimentações de 7.406 m² em ABL da venda de ativos e 31.480 m² das aquisições, a nova ABL própria depois da oferta é de 127.571 m², resultando nesse crescimento de 23,3%.

foto: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias