MXRF11 perde o trono; CPTS11 lidera volume de cotas negociadas em maio

MXRF11 segue como o fundo com maior base de investidores, mas ficou em segundo no volume de cotas negociadas.

MXRF11 perde o trono; CPTS11 lidera volume de cotas negociadas em maio
MXRF11 teve maior liquidez em maio, mas foi superado pelo CPTS11 - Foto: iStock

O fundo imobiliário MXRF11, dono da maior base de cotistas do mercado de FIIs, com mais de 1 milhão de investidores, deixou de liderar o ranking mensal de volume de cotas negociadas pela primeira vez neste ano. Com 22,979 milhões de negociações em maio, o fundo ficou atrás do CPTS11, que atingiu 25,417 milhões de cotas mudando de propriedade ao longo do mês.

Os números fazem parte de levantamento realizado pela plataforma de dados de mercado Economatica, empresa do grupo TC, a pedido do FIIs.com.br

O volume de liquidez dos dois fundos cresceu em relação a abril, quando o MXRF11 teve 21,726 milhões de cotas negociadas, e o CPTS11, 20,872 milhões, isso mesmo com maio tendo 21 dias, um a menos que o mês anterior.

No dia 3 de maio, o fundo imobiliário MXRF11 chegou a negociar mais de 2 milhões de cotas num só pregão. Já o FII CPTS11 liderou várias vezes o volume diário, chegando a passar de 1,5 milhão de cotas em mais de um dia.

Veja abaixo a lista dos 10 FIIs mais negociados em volume de cotas:

CódigoCotas negociadas*Média diária**
CPTS1125,4171.210,3
MXRF1122,9791.094,2
GARE1111,171531,9
KNSC1110,423496,3
MCHY118,845421,2
VGHF118,822420,1
VGIR117,713367,3
RBRF116,578313,3
BCFF116,144292,6
BTCI115,405257,4
*em milhões de reais; **em milhões de cotas. Fonte: Economatica 

Em comum, todos os fundos da lista acima estão na chamada “base 10”, ou seja, custam em torno de R$ 10 e, por isso, muitas vezes são considerados a porta de entrada dos investidores no mercado de FIIs. O preço médio de negociação do FII MXRF11, por exemplo, ficou em R$ 10,31; do CPTS11, R$ 8,50.

MXRF11 é 2º em volume financeiro: XPML11 lidera

No ranking de volume financeiro de negociações, o XPML11, FII de shopping centers, ficou com a liderança, com R$ 330,451 milhões em negociações, uma média de R$ 15,736 milhões por dia.

O número representa uma queda de 10,86% em relação ao total de negociações do fundo em abril, que havia sido R$ 370,720 milhões, mas o valor foi o suficiente para mantê-lo como o fundo imobiliário com maior liquidez no mercado.

Veja abaixo o top 10 por volume financeiro de negociações:

CódigoVolume negociado*Média diária*Cotas negociadas**
XPML11330,45115,7362,851
MXRF11236,95411,28422,979
KNCR11231,79611,0382,232
CPTS11216,00410,28625,417
KNIP11204,9099,7582,120
BTLG11191,1139,1011,882
TRXF11159,9607,6171,464
PVBI11152,0617,2411,576
VISC11141,0126,7151,165
HGLG11140,0296,668858 mil
*em milhões de reais; **em milhões de cotas. Fonte: Economatica 

Na lista acima, vê que o nível de liquidez do MXRF11 e do CPTS11 é suficiente para colocar os dois fundos entre os quatro primeiros colocados em volume financeiro, mesmo com preço de mercado muito abaixo dos demais. No caso do HGLG11, por exemplo, o preço médio de negociações ficou em R$ 163,24.

Quer construir uma carteira de Fiis alinhada com os seus objetivos? Clique aqui e fale agora mesmo com um especialista.
foto: Fernando Cesarotti
Fernando Cesarotti
Editor

Jornalista, editor do FIIs.com.br. Graduado pela Unesp, com pós-graduação em Jornalismo Literário, com mais de 20 anos de experiência em coberturas de economia, política e esportes. Passagem também pelo meio acadêmico, como professor universitário em cursos de Comunicação e líder de empresa júnior.

últimas notícias