A administradora de fundos BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM e o RB Capital Asset Management Ltda. do fundo RB Capital Logístico (RBLG11), anunciaram aos cotistas e ao mercado nesta terça-feira (11), através de fato relevante, a celebração de uma escritura de imóvel.

O RB Capital Logístico (RBLG11) celebrou uma escritura pública de cessão de direitos aquisitivos de fiduciante. O objetivo dessa escritura é a compra de um imóvel urbano por parte do fundo. Esse imóvel se localiza na Rodovia PA-275, km 11, nº 3010, Zona de Expansão Urbana, Parauapebas/PA.

O valor da aquisição do imóvel do RB Capital Logístico é pelo montante total de cerca de R$ 14,58 milhões. Desse número, cerca de R$ 11,67 milhões pagos neste ato pelo fundo com recursos em caixa e os outros R$ 2,91 milhões através de nota promissória, cujo valor será pago em 36 meses do início da BTS.

Mais detalhes do contrato do RBLG11

Importante salientar que o imóvel está em obras e locado para Sotreq S.A., através de um contrato com o RBLG11 de built to suit de 15 anos, cujos créditos foram parcialmente securitizados previamente à escritura.

O RB Capital Logístico firmou contrato de locação com a vendedora do imóvel, RB Capital S.A., de forma a viabilizar o término das obras sob responsabilidade da RBSA. Com isso, também se viabiliza o início do contrato BTS, com aluguel de R$ 87.511,82. Esse valor equivale a cerca de R$ 0,14 por cota ou cap rate de 9,0% ao ano sobre os montantes desembolsados pelo fundo.

Importante destacar que a relação entre o RBLG11 e RBSA está baseada em “uma rede de direitos e obrigações recíprocos, regulamentada pelo BTS, pela escritura, pelo contrato de construção e pelo instrumento particular de novação, confissão de dívida e outras avenças assinados entre as partes”, explica o fundo.

Saiba mais sobre o RBLG11

O RBLG11 é o FII de gestão ativa da RB Capital Asset voltado para o mercado de imóveis logísticos e industriais. Seu IPO ocorreu em 10 de julho de 2020 com a captação de cerca de R$ 44,5 milhões. Em outubro de 2020, o fundo realizou a segunda emissão de cotas, com a captação de cerca de R$ 35,4 milhões.

Em seu último relatório gerencial referente ao mês de fevereiro, o RB Capital Logístico tinha a carteira distribuída em:

  • Cotas de fundos imobiliários - 74,7%;
  • Fundo de investimento renda fixa - 25,2%;
  • Outros - 0,1%.

 

Em suma, no dia 15 de abril, que é o 10º dia útil, serão distribuídos lucros, apurados segundo o regime de caixa, referente ao mês de fevereiro, no valor total de R$ 122,6 mil ou R$ 0,30 por cota. A distribuição reflete um Dividend Yield anualizado em relação à cota patrimonial de 3,79%.