O Fundo de Investimento Imobiliário RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11), administrado pelo BTG Pactual, divulgou nesta sexta-feira (12) o seu relatório gerencial do mês de fevereiro, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais.

No mês de fevereiro de 2021, o fundo RBR Alpha Multiestratégia Real Estate anunciou a distribuição de rendimentos de R$0,60 por cota, que representa um Dividend Yield de 7,60% ao ano, sobre o valor da cota de mercado.

O valor será pago no dia 16 de março aos detentores das cotas no dia 09 de março, período conhecido como "data com”.

Desse modo, os dividendos serão pagos igualmente para todos os cotistas, até mesmo aos ingressantes da última emissão de cotas.

Análise do gestor do RBRF11

O gestor do RBR Alpha Multiestratégia Real Estate, RBR Asset Management, avaliou o mercado em fevereiro, com instabilidade política e piora nos números da pandemia de COVID-19 no Brasil.

Além disso, o RBRF11 ressalta que neste cenário, o IFIX apresentou uma elevação de 0,2% em fevereiro, que teria sido novamente sustentado pela boa performance do setor de Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), que subiu 2,8%.

Em 2021, a rentabilidade do segmento alcançou +4,1%. Na visão do gestor do RBR Alpha Multiestratégia Real Estate, este segue sendo a classe de ativos com melhor relação risco-retorno, contando com fatores pela frente, como inflação persistente e curva de juros futuros bastante inclinada, com forte tendência de alta da taxa SELIC.

O RBRF11 afirma que o trabalho da gestão reforça sua leitura dos ciclos e que a alocação da 6ª emissão reflete esta forma de pensar, no qual o fundo busca compartilhar mensalmente com seus investidores.

O RBR Alpha Multiestratégia Real Estate alocou R$100 milhões na emissão de cotas do KNIP11 em janeiro,  acumulando 7,5% de ganho de capital em fevereiro de 2021.

Portfólio do RBRF11

No radar do RBRF11 também estão as alocações em CRIs diretamente e em ofertas de fundos de CRI. O fundo encerrou fevereiro com 13% do patrimônio em caixa,  onde fará a alocação de recursos de forma cuidadosa.

Além disso, com a alocação dos recursos da 6ª emissão, ganhos de capital realizados e uma disponibilidade atual de reserva para distribuir, equivalente a R$0,32 por cota, o RBRF11 divulga um guidance de direcionamento de dividendos para o semestre, que deve ficar entre R$0,60 e R$0,80 por cota, não sendo uma promessa de pagamento.

O RBRF11 diz que no momento que o mercado observar que os fundos de tijolo estão com valuations com menor prêmio, a alocação do fundo em papel será maior e que, diante disso, parte dos recursos oriundos da 6ª emissão estão alocados em fundos de renda fixa e estão classificados como Recebíveis.

A estratégia de investimento do RBR Alpha Multiestratégia Real Estate se distribui em 4 principais,  listados a seguir. Além disso, cada estratégia está exposta o percentual da composição da carteira do fundo:

  1. Alpha: Principal estratégia, foco em FIIs de Tijolo - 36%;
  2. CRI: Buscando retorno acima do benchmark - 35%;
  3. Beta: Posições táticas focadas em FIIs com dividendos estabilizados - 16%;
  4. Liquidez: Renda fixa com liquidez imediata - 13%;

Por segmento, a alocação do RBRF11 é distribuída em:

  • Recebíveis - 48%;
  • Corporativo - 25%;
  • Galpão/ logístico - 12%;
  • Shopping - 8%;
  • Outros - 7%;

RBRF11 anuncia portfólio, resultados e rendimentos de fevereiro

Resultados e rendimentos do RBRF11

O total de receitas do RBRF11 em fevereiro foi de quase R$10,14 milhões. As despesas do mês foram de R$1,137 milhão. Desse modo, o resultado do fundo alcançou R$8,42 milhões e o rendimento distribuído, com montante de quase R$8,21 milhões.

Desse modo, a composição do dividendo distribuído pelo RBR Alpha Multiestratégia Real Estate no mês de fevereiro foi de R$0,60 por cota.

Além disso, R$0,39 faz referência ao conceito de FFO, remetendo às receitas recorrentes, provenientes dos rendimentos de FIIs, subtraído das despesas recorrentes.

A cota patrimonial inicial do RBRF11 foi de R$95,60, já a cota patrimonial em fevereiro de 2021 atingiu R$93,07, desvalorização de 2,65% no acumulado.

RBRF11 anuncia portfólio, resultados e rendimentos de fevereiro

A liquidez média diária do fundo em fevereiro foi de R$5,1 milhões, com o número de cotistas alcançando a marca dos 71.705 no mesmo período.

Em suma, o RBRF11 alcançou está na posição de 30º no IFIX, com um dividendo médio dos últimos 12 meses de R$0,64 por cota.