PVBI11 e Pátria movimentam mercado de FIIs; veja as últimas aquisições de fundos

A semana apontou uma tendência de consolidação de FIIs. Uma das operações de incorporação foi a venda das unidades do ONEF11 para o PVBI11.

PVBI11 e Pátria movimentam mercado de FIIs; veja as últimas aquisições de fundos
Itaú BBA retira fundo imobiliário das recomendações e inclui XPML11. Foto: Pixabay

A semana apontou uma tendência de consolidação de fundos imobiliários (FIIs), ocorrendo fusões e incorporações. Uma das operações foi a aprovação da venda do total das unidades do edifício The One, situado no bairro do Itaim Bibi e pertencente ao fundo imobiliário ONEF11, para o PVBI11. Além disso, a Pátria Investimentos adquiriu a gestora de FIIs CSHG por R$ 650 milhões. 

No caso da aquisição da PVBI11, a operação marca o encerramento do ONEF11, que será liquidado. A transação, avaliada em R$ 197,5 milhões, será efetuada em duas etapas: uma parcela de R$ 35,8 milhões em dinheiro e o restante de R$ 161,6 milhões em cotas do PVBI11, por meio de uma oferta pública. 

Em relação ao movimento da Pátria Investimentos, o grupo comprou a Credit Suisse Hedging-Griffo (CSHG) – gestora de fundos imobiliários controlada pelo Credit Suisse no Brasil. Os FIIs da CSHG totalizam quase quase R$ 12 bilhões em patrimônio líquido.

O Pátria deve assumir oito fundos, com mais de 900 mil investidores, além do time de 26 pessoas. São eles:

Após a conclusão da aquisição, o Pátria deverá tornar-se o maior gestor independente de fundos imobiliários no Brasil.

Leia mais: RECR11: com rendimento de 130% do CDI, fundo “enche o carrinho” de novos ativos

Ademais, nos últimos meses, houve vários movimentos de incorporações no segmento, um deles da própria PVBI11, que adquiriu o único ativo do VLOL11. Veja as últimas movimentações:

1. PVBI11 adquire a VLOL11

Em setembro, o fundo imobiliário PVBI11 divulgou que assinou a escritura de compra do Condomínio Vila Olímpia Corporate. O preço de aquisição dos imóveis foi de R$ 202,17 milhões. Os cotistas do VLOL11 receberam parte em valor financeiro e outra parte em participação do PVBI11.

2. MGCR11 vende os ativos para o VGHF11

O  MGCR11 neste ano vendeu todos os seus ativos para o fundo imobiliário Valora Hedge Fund (VGHF11). A Valora pagou R$ 129,1 milhões pelo patrimônio do fundo adquirido.

3. MGFF11 recebeu proposta do VGHF11

Em novembro, o Mogno Fundo de Fundos (MGFF11) recebeu proposta do Valora Hedge FII (VGHF11) para vender todos os ativos por R$ 659 milhões. 

4. VBI Real Estate (RVBI11) mira incorporações de quatro FIIs

 Ainda em novembro, o Fundo imobiliário da VBI Real Estate (RVBI11) aprovou a realização de sua 2ª emissão de cotas, com a intenção de captar até R$ 750 milhões. Uma das estratégias do FII é a realização de incorporação de quatro FIIs, sendo eles: BLMR11 BLMC11, MORC11, MORE11.

FIIs: consolidação em vários segmentos

Além do segmento de lajes corporativas, a tendência de consolidação é vista nos FIIs de Shoppings. Atualmente, o Brasil conta com 625 shopping centers e as dez maiores do setor têm 30% deles, entre as quais Iguatemi, Multiplan e a Allos, formada pela fusão entre BrMalls e Aliansce. 

Leia mais: BCFF11 anuncia novos dividendos para dezembro

Tags
foto do autor: Vinícius Alves
Vinícius Alves
Jornalista

Jornalista formado na Faculdade Cásper Líbero. Com passagens pela Agência Estado e Editora Globo.

últimas notícias