CPTS11 puxa negociações em dia de dividendos e forte queda do IFIX

CPTS11 negociou bem acima de seu volume médio diário nesta segunda-feira, em pregão marcado por recuo acentuado do IFIX.

CPTS11 puxa negociações em dia de dividendos e forte queda do IFIX
CPTS11 foi o líder de negociações nesta segunda - Foto: iStock

O fundo imobiliário CPTS11 negociou acima de sua média no pregão de fundos imobiliários (FIIs) desta segunda-feira (13), dia marcado por forte queda no IFIX, que fechou com seu segundo menor resultado em maio, 3.376,50 pontos, recuo de 0,63% em relação ao fechamento de sexta-feira (10).

O FII CPTS11, que em abril negociou uma média diária próxima a 950 mil cotas, desta vez teve mais de 1,5 milhão de papeis mudando de propriedade ao longo do pregão. O fundo anunciou dividendos de R$ 0,08 por cota. 

A cotação do CPTS11 fechou em R$ 8,50, queda de 0,82% (R$ 0,07) em relação ao pregão anterior. O fundo anunciou, junto com os dividendos, ter mais de 370 mil cotistas beneficiados com o pagamento, que será feito na próxima segunda-feira, dia 20.

A queda acentuada do IFIX ao longo do dia tem a ver com a expectativa pela divulgação da ata do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) a respeito da redução da Selic em 0,25 ponto, para 10,5%, anunciada na semana passada. Com a divisão de votos na diretoria do BC (5 votos a favor da redução anunciada e 4 pela queda de 0,5 ponto, como havia sido nas seis reuniões anteriores), o mercado agora quer ver informações mais detalhadas do encontro para antecipar os próximos passos.

Na semana passada, o mercado de FIIs subiu até quarta, dia em que a Selic foi anunciada após o fechamento das operações, no início da noite; caiu na quinta, mas se recuperou na sexta. 

No pregão de hoje, o IFIX já começou em queda e desceu o tempo todo, chegando ao piso de 3374,87 pontos a 14 minutos do fechamento do pregão, para uma leve recuperação antes do encerramento dos negócios.

Com o resultado, o índice de FIIs passou a acumular resultado negativo em maio, queda de 0,16% em relação ao fechamento em 30 de abril. No ano, a variação positiva caiu para 1,88%.

CPTS11 lidera volume; veja altas e baixas do dia

Entre as principais altas registradas entre os FIIs nesta segunda-feira, o BTRA11 registrou valorização de 2,39%, cotado a R$ 57,32 no fechamento. O PATL11 teve alta de 2,32%, a R$ 62,30, e o TRBL11 avançou 1,40%, negociado a R$ 101,91 por cota.

Na outra ponta, o fundo imobiliário SARE11 registrou queda de 2,86%, negociado a R$ 46,24, enquanto o RBRF11 recuou 2,85%, a R$ 7,84, e o ALZR11 caiu 2,69%, cotado a R$ 112,59.

O MXRF11, fundo mais popular do mercado, com mais de 1 milhão de cotistas, ficou logo atrás do CPTS11 em volume de cotas negociadas, com 1,35 milhão de unidades vendidas, seguido pelo KNSC11, com 594 mil unidades mudando de propriedade ao longo do dia.

Quer construir uma carteira de Fiis alinhada com os seus objetivos? Clique aqui e fale agora mesmo com um especialista.
foto: Fernando Cesarotti
Fernando Cesarotti
Editor

Jornalista, editor do FIIs.com.br. Graduado pela Unesp, com pós-graduação em Jornalismo Literário, com mais de 20 anos de experiência em coberturas de economia, política e esportes. Passagem também pelo meio acadêmico, como professor universitário em cursos de Comunicação e líder de empresa júnior.

últimas notícias